28° C

Agência de Regulação
de Pernambuco

Notícias

Revisão Tarifária da Celpe é debatida em audiência virtual

Revisão Tarifária da Celpe é debatida em audiência virtual

Notícias

Nesta quinta-feira (11/03), atendendo ao convite da ANEEL (Agência Nacional de Energia de Energia Elétrica) a Arpe participou da Audiência Pública 002/2021 realizada em modalidade virtual, por meio de canal no YouTube (www.youtube.com/aneel), visando a obtenção de subsídios para o aprimoramento da proposta referente à Revisão Tarifária Periódica da Companhia Energética de Pernambuco - Celpe, para vigorar a partir de 29 de abril de 2021, e, também, definição dos correspondentes limites dos indicadores de continuidade de Duração Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora (DEC) e Frequência Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora (FEC), para o período de 2022 a 2025. A Arpe, por delegação de seu presidente Severino Otávio, foi representada pelo titular de sua Diretoria de Regulação Econômico-Financeira, Fred Maranhão.

A referida Audiência Pública, que teve duração de uma hora e quarenta minutos e esteve acompanhada por mais de 50 pessoas, foi presidida pelo assessor da diretoria da ANEEL, Leandro Caixeta e contou com duas exposições, uma daquela própria Agência Nacional e outra da Celpe, feita por Fabiano Carvalho, Superintendente de Regulação Econômica do NEOENERGIA, grupo controlador daquela Concessionária.

Pelos números propostos, ainda referenciais provisórios, o Efeito Médio para o consumidor seria de (+) 9,99% oriundo de uma composição ponderada de (+) 13,79% em média para a Alta Tensão e (+) 8,81% em média para a Baixa Tensão. Na parte de comentários e abordagens houve a participação do presidente do Conselho de Consumidores de Energia Elétrica de Pernambuco, Jurandir Araújo da Silva e do Deputado Federal, Eduardo da Fonte.

Ao final do evento o representante da ANEEL e presidente da Audiência, explicitou que os números apresentados eram preliminares e que aquela Agência Nacional aguardaria por mais contribuições até o próximo dia 26 de março de 2021.

Após esta data e com base também nestas novas contribuições a ANEEL, em uma reunião de seu Colegiado Diretor, a ser realizada antes do final do próximo mês, deliberará sobre os índices definitivos cujo início da vigência deverá ser a partir de 29 de abril, conforme o Contrato de Concessão daquela Distribuidora.